Caminho


Sigo nesse caminho sem saber o meu destino
Tropeçando em amores,
Tentando acertar o passo.
Esperando a surpresa depois da curva,
Entediada com as retas,
Indecisa com as bifurcações.
Às vezes olhando o percorrido, mas sempre em frente.

∞ ∞ ∞

“Das noites e auroras ao longo das estradas. Velhos caminhos que não tem fim.” (Pelos caminhos da vida, Tom Jobim)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: