Amor distraído


Você lamenta o dia nublado

E nem nota

Quando estou na sua órbita

Me visto de sol

Pra iluminar seu dia

Me visto de lua

Pra enfeitar sua noite

Me visto de estrela

Pra iluminar você

E tudo isso teve início

Quando eu…

Me iluminei no teu abraço.

Obs: Publicado também em: Revista Cultural Novitas Nº5

∞ ∞ ∞

“Você não liga pra mim, mas eu ligo. Você nunca fica só, o celular é o seu melhor amigo”. (Você não liga pra mim, Zeca Baleiro)

Anúncios

4 Respostas to “Amor distraído”

  1. Lindo, lindo, linda!

    Gosto quando exploram o léxixo e repetem vocábulos com outras vertentes nas poesias. Igual fizeste com os climas.

    Vou lincar você na Coluna. És poetisa, linda!

    Fernando Ramos Silva
    http://www.colunafantasma.blogspot.com | Contos, crônicas e outros devaneios.
    http://www.aescritasalaz.blogspot.com | Contos atrevidos e apimentados.
    http://www.confrariadostrouxas.blogspot.com | Aos sábados, o amor e suas vertentes.
    http://www.twitter.com/colunafantasma/favorites | Devaneios diários e microcontos.

    • Oi, lindo!
      Se tu pudesse me ver agora, veria o sorriso largo que preencheu meu rosto ao ler esse teu comentário.
      Muito obrigada…
      Grande bj!

  2. Adoro poesia.
    Essa, especificamente, é especial. Vejo muito de mim nela.
    Grande beijo,

    Mirgon

    • Oi, Mirgon. Também adoro poesia e fico feliz que tenha gostado da minha. A pergunta que não quer calar é: a identificação foi com qual das partes, a que quer atenção ou a distraída? ;D Grande beijo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: