Meu destino é o amor


Mora em meu peito de dor

Uma pedra de gelo latente

Mora em meu peito de dor

Um iceberg gigante

Que faz correr em minhas veias

O frio sangue que me faz viver

Tua boca diz que sou gélida

Meu corpo diz o contrário

Há em mim uma chama ardente adormecida

Esperando o momento de despertar

Espero o dia em que minha alma

Brilhará tanto…

Que meu corpo se encherá de alegria

E em minhas veias correrá urgente,

Latente

Um sentimento quente, enérgico, intenso…

E eu serei só Amor…

∞ ∞ ∞

“O que há dentro do meu coração eu tenho guardado pra te dar.” (Um amor puro, Djavan)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: